8 de nov de 2010

Estado de saúde do delegado ferido por índios é estável

O estado de saúde do delegado Edmar Gomes Cavalcanti, titular da Regional de Barra do Corda, é considerado estável pela junta médica que acompanha o policia. Ele foi baleado no início da noite do último domingo (7), em um confronto com os índios da Reserva Canabrava. O delegado está internado no Hospital São Rafael, em Imperatriz, onde permanece sob observação.
No incidente ocorrido na BR-226, o policial foi alvejado com cinco tiros que atingiram o tórax, as nádegas, o braço esquerdo, cada uma das pernas. Durante a discussão, o dedo anelar (quarto dedo) foi decepado e o quinto dedo teve um corte profundo.
Segundo informações do cabo da Polícia Militar Antonio Sousa, da 15ª Companhia Independente de Grajaú, o delegado, que estava em uma motocicleta, se dirigia da cidade de Grajaú para Barra do Corda e, no caminho, teria encontrado a estrada interditada pelos indígenas. Ao ser interceptado pelos índios, ele se identificou como delegado Regional, porém os índios armados com facões tentaram fazê-lo refém.
No momento da abordagem, o delegado ainda tentou conversar com os índios para que fosse liberado e prosseguir a viagem. Após alguns minutos de conversa, teve início um confronto. O delegado foi atingido com socos e golpes de fação. Mesmo ferido, ele sacou da arma e disse que atirou em legítima defesa contra os indígenas.
Edmar Cavalcanti foi socorrido por um caminhoneiro que passava pelo local no momento da confusão. Ele foi levado à cidade de Grajaú e recebeu os primeiros socorros. Já na madrugada de segunda, por conta dos ferimentos, foi transferido para o hospital de Imperatriz. Nesta unidade de saúde, o delegado passou por uma cirurgia na mão devido a um corte.
Ainda no tumulto, cinco índios ficaram feridos. Eles foram levados para o Hospital de Presidente Dutra. Apenas um ficou na cidade de Grajaú, onde após receber tratamento médico foi levado à delegacia.
Todos os índios foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio. Quatro foram autuados em Presidente Dutra e um em Barra do Corda.
A Secretaria de Estado de Segurança Pública já enviou reforço da Polícia Militar para a região em que ocorreu o confronto entre índios Guajajara e o delegado da Polícia Civil, Edmar Gomes Cavalcanti, na BR 226, próximo a Barra do Corda.
Os delegados Jefrey de Paula, Leonardo Carvalho e Lúcio Rogério, da 10ª delegacia Regional de Segurança em Imperatriz, acompanharam o atendimento do colega baleado e lamentaram o fato.
A regional de Barra do Corda é responsável pelos municípios de Barra do Corda, Grajaú, Jenipapo dos Vieiras, Formosa do Grajaú, Itaipava do Grajaú, Fernando Falcão e Arame.

Fonte: Diario da Barra

Um comentário:

Diogo Lima disse...

muito bom o blog amigo.
Mais se vc desse uma procurada, encontraria uns templantes bakaninha, pra dar mais um tcham no blog, fikar igual um site. so uma dica parceiro