27 de fev de 2008

Pasmem! Muito Interessante‏

A PRÓXIMA GUERRA

As duas semanas em Manaus foram interessantes para conhecer um Brasil um pouco diferente, mas chegando em Boa Vista (RR) não pude resistir a fazer um relato das coisas que tenho visto e escutado por aqui.Conversei com algumas pessoas nesses três dias, desde engenheiros até pessoas com um mínimo de instrução. Para começar o mais difícil de encontrar por aqui é roraimense, pra falar a verdade, acho que a proporção é de um roraimense para cada 10 pessoas é bem razoável, tem gaúcho, carioca, cearense, amazonense, piauiense, maranhense e por aí vai. Portanto falta uma identidade com a terra. Aqui não existem muitos meios de sobrevivência, ou a pessoa é funcionária pública, e aqui quase todo mundo é, pois em Boa Vista se concentram todos os órgãos federais e estaduais de Roraima, além da prefeitura é claro. Se não for funcionário público a pessoa trabalha no comércio local ou recebe ajuda de Programas do governo. Não existe indústria de qualquer tipo. Pouco mais de 70% do Território roraimense é demarcado como reserva indígena, portanto restam apenas 30%, descontando-se os rios e as terras improdutivas que são muitas, para se cultivar a terra ou para a localização das próprias cidades. (Na única rodovia que existe em direção ao Brasil (liga Boa Vista a Manaus, cerca de 800 km) existe um trecho de aproximadamente 200 km reserva indígena Waimiri Atroari) por onde você só passa entre 6:00 da manhã e 6:00 da tarde, nas outras 12 horas a rodovia é fechada pelos índios (com autorização da FUNAI e dos americanos) para que os mesmos não sejam incomodados. Detalhe: Você não passa se for brasileiro, o acesso é livre aos americanos, europeus e japoneses. Desses 70% de território indígena, diria que em 90% dele ninguém entra sem uma grande burocracia e autorização da FUNAI. Detalhe: Americanos entram na hora que quiserem, se você não tem uma autorização da FUNAI mas tem dos americanos então você pode entrar. A maioria dos índios fala a língua nativa além do inglês ou francês, mas a maioria não sabe falar português. Dizem que é comum na entrada de algumas reservas encontrarem-se hasteadas bandeiras americanas ou inglesas. É comum se encontrar por aqui americano tipo nerds com cara de quem não quer nada, que veio caçar borboleta e joaninha e catalogá-las, mas no final das contas pasme, se você quiser montar um empresa para exportar plantas e frutas típicas como cupuaçu, açaí camu-camu etc., medicinais, ou componentes naturais para fabricação de remédios, pode se preparar para pagar 'royalties' para empresas japonesas e americanas que já patentearam a maioria dos produtos típicos da Amazônia... Por três vezes repeti a seguinte frase após ouvir tais relatos: É os americanos vão acabar tomando a Amazônia e em todas elas ouvi a mesma resposta em palavras diferentes. Vou reproduzir a resposta de uma senhora simples que vendia suco e água na rodovia próximo de Mucajaí: 'Irão não minha filha, tu não sabe, mas tudo aqui já é deles, eles comandam tudo, você não entra em lugar nenhum porque eles não deixam. Quando acabar essa guerra aí eles virão pra cá, e vão fazer o que fizeram no Iraque quando determinaram uma faixa para os curdos onde iraquiano não entra, aqui vai ser a mesma coisa'. A dona é bem informada não? O pior é que segundo a ONU o conceito de nação é um conceito de soberania e as áreas demarcadas têm o nome de nação indígena. O que pode levar os americanos a alegarem que estarão libertando os povos indígenas. Fiquei sabendo que os americanos já estão construindo uma grande base militar na Colômbia, bem próximo da fronteira com o Brasil numa parceria com o governo colombiano com o pseudo objetivos de combater o narcotráfico. Por falar em narcotráfico, aqui é rota de distribuição, pois essa mãe chamada Brasil mantém suas fronteiras abertas e aqui tem Estrada para as Guianas e Venezuela. Nenhuma bagagem de estrangeiro é fiscalizada, principalmente se for americano, europeu ou japonês, (isso pode causar um incidente diplomático)... Dizem que tem muito colombiano traficante virando venezuelano, pois na Venezuela é muito fácil comprar a cidadania venezuelana por cerca de 200 dólares. Pergunto inocentemente às pessoas; porque os americanos querem tanto proteger os índios. A resposta é absolutamente a mesma, porque as terras indígenas além das riquezas animais e vegetais, da abundância de água são extremamente ricas em ouro (encontram-se pepitas que chegam a ser pesadas em quilos), diamante, outras pedras preciosas, minério e nas reservas norte de Roraima e Amazonas, ricas em PETRÓLEO. Parece que as pessoas contam essas coisas como que num grito de Socorro a alguém que é do sul, como se eu pudesse dizer isso ao presidente ou a alguma autoridade do sul que vá fazer alguma coisa. É pessoal, saio daqui com a quase certeza de que em breve o Brasil irá diminuir de tamanho. Um grande abraço a todos. Será que podemos fazer alguma coisa??? Acho que sim.
Email distribuido na internet.

17 de fev de 2008

Pérolas de Redação


Vejam só o que alguns dos vestibulandos foram capazes de escrever na prova de redação da Universidade Federal de Minas Gerais, tendo como o tema: "A TV FORMA, INFORMA OU DEFORMA?"

A seleção foi feita pelo prof. José Roberto Mathias."


A TV possui um grau elevadíssimo de informações que nos enriquece de uma maneira pobre, pois se tornamos uns viciados deste veículo de comunicação". (Deus!)"


A TV no entanto é um consumo que devemos consumir para nossa formação, informação e deformação". (fantástica!)"


A TV se estiver ligada pode formar uma série de imagens, já desligada não..." (ah bom, uma frase sobrenatural ) ."


A TV deforma não só os sofás por motivo da pessoa ficar bastante tempo intertida como também as vista" (sem comentários )."


A televisão passa para as pessoas que a vida é um conto de fábulas e com isso fabrica muitas cabeças" (como é que pode?)."


Sempre ou quase sempre a TV está mais perto denosco (?) , fazendo com que o telespectador solte o seu lado obscuro" (essa é imbatível)"


A TV deforma a coluna, os músculos e o organismo em geral" (é praticamente uma tortura!)"


A televisão é um meio de comunicação, audição e porque não dizer de locomoção" (tudo a ver)"


A TV é o oxigênio que forma nossas idéias" (sem ela esse indivíduo não pode viver)"...por isso é que podemos dizer que esse meio de transporte é capaz de informar e deformar os homens" (nunca tentei dirigir uma TV)"


A TV ezerce (Puxa!!!) poder, levando informações diárias e porque não dizer horárias" ( esse é humorista, além de tudo)"E nós estamos nos diluindo a cada dia e não se pode dizer que a TV não tem nada a ver com isso" (me explica isso? )"


A televisão leva fatos a trilhares de pessoas" (é muita gente isso, hein?)"


A TV acomoda aos teles inspectadores" (socorro!!!)"


A informação fornecida pela TV é pacífica de falhas" (vixe!)"


A televisão pode ser definida como uma faca de trezgumes. Ela tanto pode formar, como informar, como deformar " (PQP, onde essa criatura arrumou essa faca???)

1 de fev de 2008


Índios
Legião Urbana
Composição: Renato Russo


Quem me deraAo menos uma vez

Ter de volta todo o ouro

Que entreguei a quem

Conseguiu me convencer

Que era prova de amizade

Se alguém levasse embora

Até o que eu não tinha


Quem me deraAo menos uma vez

Esquecer que acreditei

Que era por brincadeira

Que se cortava sempreUm pano-de-chão

De linho nobre e pura seda


Quem me deraAo menos uma vez

Explicar o que ninguém

Consegue entender:

Que o que aconteceu

Ainda está por vir

E o futuro não é mais

Como era antigamente.


Quem me deraAo menos uma vez

Provar que quem tem mais

Do que precisa ter

Quase sempre se convenc

eQue não tem o bastante

Fala demaisPor não ter nada a dizer.


Quem me deraAo menos uma vez

Que o mais simples fosse visto

Como o mais importante

Mas nos deram espelhos

E vimos um mundo doente.


Quem me deraAo menos uma vez

Entender como só Deus

Ao mesmo tempo é três

Esse mesmo Deus

Foi morto por vocês

É só maldade então

Deixar um Deus tão triste.


Eu quis o perigo

E até sangrei sozinho

Entenda!

Assim pude trazer

Você de volta pra mim

Quando descobri

Que é sempre só você

Que me entende

Do início ao fim.

E é só você que tem

A cura do meu vício

De insistir nessa saudade

Que eu sinto

De tudo que eu ainda não vi.


Quem me dera

Ao menos uma vez

Acreditar por um instante

Em tudo que existe

E acreditar

Que o mundo é perfeito

Que todas as pessoasSão felizes...

Quem me dera

Ao menos uma vez

Fazer com que o mundo

Saiba que seu nome

Está em tudo e mesmo assim

Ninguém lhe diz

Ao menos obrigado.


Quem me deraAo menos uma vez

Como a mais bela tribo

Dos mais belos Índios

Não ser atacado

Por ser inocente.

Eu quis o perigo

E até sangrei sozinho

Entenda!Assim pude trazer

Você de volta pra mim

Quando descobri

Que é sempre só você

Que me entende

Do início ao fim.

E é só você que tem

A cura pro meu vício

De insistir nessa saudade

Que eu sinto

De tudo que eu ainda não vi.

Nos deram espelhos

E vimos um mundo doente

Tentei chorar e não consegui.