28 de fev de 2010

Cabeça de estátua de avô de Tutancâmon é encontrada no Egito

Uma cabeça gigante de granito vermelho do faraó Amenófis III, de 3.000 anos de idade, foi encontrada no local de seu templo funerário em Luxor, anunciou neste domingo (28) o Ministério da Cultura egípcio.

Polida e mostrando "características jovens esculpidas", a cabeça de 2,5 metros de altura pertence a uma grande estátua que representava o faraó de pé, com os braços cruzados e com símbolos reais nas mãos, explicou Hurig Sourouzian, chefe da missão arqueológica responsável pela descoberta.

Foto: Reuters

Cientistas realizaram testes de DNA e tomografia computadorizada em uma série de múmias e identificaram Amenófis III como o avô de Tutancâmon, o rei adolescente fruto de uma relação incestuosa entre Akenaton e sua irmã, ambos descendentes de Amenófis III. Akenaton é o "faraó herético", considerado precursor do monoteísmo por ter tentado impor no Egito o culto exclusivo de Aton.

"Coletamos uma ampla quantidade de peças de granito vermelho da estátua que ficava na parte sul do templo funerário de Amenófis III", disse Sourouzian, acrescentando que as peças estão sendo restauradas.

Fonte: G1

10 erros cometidos em uma entrevista de emprego

Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo e com a procura por emprego maior do que a oferta, o que não faltam são exigências na hora de uma empresa admitir um novo funcionário. Um currículo focado, que esteja alinhado com a vaga oferecida é um fator essencial para chegar até a segunda etapa: a da entrevista. Só que é nessa hora que muita gente deixa a vaga a escarpar.

"Detalhes simples, como a maneira de se expressar e de se vestir, podem garantir ou eliminar as chances de contratação do candidato mesmo que ele tenha um currículo invejável", explica a consultora de Rh Maria Estela Souza, da empresa RP1, em São Paulo.

A velha máxima de que a primeira impressão continua valendo e faz a diferença, sim, na hora da contratação. "No processo de seleção, não deve existir preconceito, mas, dependendo do ambiente de trabalho, um visual clássico passará mais segurança do que um estilo mais despojado, por exemplo", diz a consultora. Isso porque, os empregadores estão cada vez mais rigorosos e cautelosos em suas escolhas.

"Uma contratação errada implica em tempo perdido, custos, impacto na produtividade e dor de cabeça para uma empresa". Abaixo, especialistas listam os 10 maiores deslizes que pode-se cometer durante uma entrevista de emprego e a maneira correta de agir para conquistar aquela vaga.

Cabelo
Raio x do candidato

1- Cabelos
Erros
: fios bagunçados, com cores exóticas ou cortes radicais. "Se você tiver o cabelo cor-de-rosa pink, por exemplo, ou um topete gigantesco, mas estiver muito bem penteado, pode até passar, mas não é a melhor maneira de comparecer a entrevista", explica Maria Estela.

Acerto: cabelos curtos e bem penteados em cores discretas. "o ideal é exibir um penteado e um corte que não chamem muito a atenção". "Cuidados com aparência não tem a ver com estilo, e sim com higiene e educação. Mesmo com um visual mais radical, é possível se mostrar com discrição e seriedade".

2-Unhas
Erros
: grandes demais, sujas e com aparência de relaxo. "Suas unhas sinalizam o cuidado que você tem consigo mesmo. Se não estiverem limpas ou o esmalte estiver descascado, deixam a impressão de que você não está tão preocupado com a entrevista", explica Maria Estela.

Para a psicóloga Thais Soares e analista de Rh do Grupo Seres, a aparência das unhas são um quesito ainda mais importante, dependendo da função que o candidato irá ocupar. "Se a vaga é para um auxiliar de produção ou de cozinha, a exigência é inquestionável", explica.

Acertos: unhas limpas e bem cortadas. O esmalte deve ter tons discretos, sem serem vibrantes, e jamais deve estar borrado ou descascando.

Terno

3- Guarda-roupa
Erros
: vestir decotes, roupas curtas e justas, cores extravagantes, camisas e ternos muito amassados ou sujos. ?Em ambiente de trabalho, uma roupa mais sensual pode chamar mais a atenção do que a competência do candidato e isso pode trazer falatório e problemas futuros?, explica Maria Estela.

"Enquanto roupas sujas e amassadas deixam a impressão de relaxo.? E, quando o assunto são as cores, é melhor não exagerar. Se por um lado dão mais leveza a pessoa, quando são alegres e vibrantes, por outro, podem tirar a seriedade da ocasião", diz.

O uso do traje social nem sempre é necessário, principalmente se a vaga não fizer esta exigência. "Cada vaga exige um perfil e o candidato tem que estar de acordo com ela, porém, você pode usar um esporte chique ou só o esporte, sem parecer relaxado", explica a analista do Grupo Seres.

Acertos: opte por peças discretas, sociais, confortáveis e com tons neutros. "Fique atento ao aspecto visual da roupa e deixe tudo passado e limpo para não causar má impressão", diz Thais. Os sapatos também são foco. Eles devem estar limpos, preservados e não serem chamativos. Mulheres, deixem os saltos altos e finos em casa.

Tatoo

4- Tatuagens e piercings
Erros
: deixá-los `a mostra sem nenhum tipo de cuidado com a imagem que se deseja passar na entrevista: "Não podemos exigir que o candidato tenha o estilo careta, mas não dá para chegar na entrevista com um piercing superextravagante", explica Maria Estela.

Acertos
: retire os piercings que estejam em lugares muito evidentes (boca, nariz, língua) e que não sejam discretos, além de cobrir partes do corpo tatuadas, que podem que comprometer sua aparência?, aconselha

5- A conversa
Erros:
evite os extremos. Tagarelice ou timidez em excesso não são bem-vindas. "Em geral, pessoas que falam demais querem tentar provar para si mesmas que são capazes do que estão afirmando. Já quem fala de menos, pode deixar de passar alguma informação importante e decisiva para a contratação", explica a consultora da RP1.

Acertos: encontre o equilíbrio. "O certo é responder o que te perguntam de forma clara e objetiva, salientando como pode contribuir para a empresa. Divagar sobre si próprio ou falar somente o básico pode prejudicar seu desempenho", explica.

Os empregadores estão cada vez mais rigorosos e cautelosos em suas escolhas

6-Detalhes da vaga
Erros:
muitos candidatos, por necessidade ou ansiedade, questionam o entrevistador sobre salário e benefícios logo no início da conversa. "Quando o candidato vai direto ao ponto parece que ele não está interessado na oportunidade ou em ser um bom profissional, mas somente nos valores", diz Maria Estela.

Acertos: aguarde o entrevistador abrir os detalhes da vaga. Se não ficar claro, pergunte. "O candidato pode e deve perguntar sobre a vaga e isso até demonstra interesse pela vaga e pela empresa, porém, as perguntas devem soar como dúvidas e, em momentos oportunos, e não podem, em hipótese alguma, parecer cobranças", explica Thais.

Erros de gramática

7- Assassinando a gramática
Erros
: quando se está à procura de um emprego, é preciso dedicação. Não dá para ir à entrevista sem se preparar: "Cada vaga exige um perfil, mas é importante mostrar-se bem informado e disposto a aprender. Erros banais de língua portuguesa e falta de disposição são decisivos na hora da contratação", afirma Maria Estela.

Acertos: "o candidato precisa se adaptar a vaga que procura. Hoje em dia, o nível de instrução exigido é muito maior. O ideal é se informar sobre conhecimentos gerais e sobre o ramo da empresa. Além disso, assumir quando não sabe algo, mas mostrando interesse em aprender, é uma característica positiva".

A dica da analista de Rh Thais Soares é que o candidato fique atento a possíveis deslizes. "Se perceber que errou em algum momento, volte e se corrija de maneira educada, sem interromper o entrevistador", diz.

8- Flagrado na mentira
Erros:
jamais minta no seu currículo ou na entrevista sobre suas qualificações. "Muitas empresas colocam o candidato em teste prático logo na hora da dinâmica", alerta a consultora.

Acertos: exponha qualificações que você terá como comprovar, se for contratado. Faça sua apresentação de forma clara, convencendo o entrevistador de que você é o melhor candidato para a vaga.

9-Postura desleixada
Erros
: postura desengonçada, ombros caídos, voz trêmula, cotovelos na mesa, olhar disperso e mãos no rosto, em posição de tédio. "O candidato deve mostrar-se sempre confiante. Ficar corcunda, falando baixinho e com cara de medo não dá emprego para ninguém", explica Maria Estela.

Acertos:
passe segurança para que o entrevistador visualize você na função da vaga. "Mantenha a postura ereta e firme, voz em tom natural e braços soltos, olhando sempre para o entrevistador", diz Maria Estela.

10-Atrasos
Erros
: não chegar na hora combinada para a entrevista denota falta de dedicação e comprometimento com a ocasião. "Imprevistos acontecem, mas o entrevistado deve ser avisado", explica a consultora da RP1.

Acertos: compareça com 15 minutos, ao menos, de antecedência e informe-se se está no lugar certo. Isso evitará transtornos e nervosismo na hora da entrevista.

Concursos: restrição em ano de eleição se limita a nomeação dos aprovados

Os concursos públicos continuam a todo vapor em 2010. Entre os editais de concursos federais recém-lançados estão os da Petrobras, Fundação Nacional do Índio, Fundação Nacional de Saúde e Cobra Tecnologia, sem contar os estaduais e municipais. Portanto, não está proibida a realização de concurso público em ano eleitoral.

Confira lista de concursos e oportunidades

O assunto é regido pela lei 9.504/97, artigo 73, que restringe apenas a nomeação, contratação ou admissão do servidor público nos três meses que antecedem a eleição até a data da posse dos eleitos. No caso, de 3 de julho (a eleição será em 3 de outubro) até 1º de janeiro. Nesse período é proibido ainda demitir o servidor.

A restrição, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é para a esfera em que ocorre a eleição. No caso deste ano, será nos âmbitos estadual e federal, já que as eleições serão para deputado estadual e federal, senador, governador e presidente.

A delimitação do âmbito da restrição está no inciso V do artigo 50 da instrução 131 do TSE - resolução que trata da propaganda e condutas vedadas para 2010 e que espelha o conteúdo do artigo 73 da Lei 9504/97.

No entanto, segundo Francisco Dirceu Barros, promotor de Justiça eleitoral e de Justiça criminal e autor de 30 livros, entre eles “Direito Eleitoral, Série Provas e Concursos” (Campus/Elsevier), se a homologação do resultado final do concurso (quando é divulgada a relação de candidatos aprovados por ordem de classificação) for feita até três meses antes das eleições, as nomeações podem ocorrer em qualquer período do ano, nos concursos de todas as esferas – municipal, estadual e federal.

Com a homologação, a nomeação é publicada. Os aprovados então têm 30 dias para tomar posse. Depois de ser empossado no cargo, o aprovado tem outros 15 dias para entrar em exercício. Se não assumir o cargo, é exonerado.


Segundo Barros, o objetivo do artigo 73 da chamada Lei das Eleições é proporcionar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais, evitar apadrinhamentos eleitorais, impedindo que a nomeação seja trocada por votos, e impedir perseguições por politicagem, ou seja, que a opção do eleitor não seja obstáculo ao seu ingresso no serviço público.

“O impedimento visa impedir a barganha que está na pressão pelo chamamento. Tem que seguir a sequência da classificação e o candidato deve ficar atento a isso. Se a pessoa for lesada e for preterida por outro candidato que passou atrás dela, pode entrar com mandado de segurança que haverá direito líquido e certo para ser nomeada”, diz.

Punições

Segundo Barros, caso a lei não seja cumprida, o concurso não será anulado, pois não existe impedimento para a realização dos exames em ano de eleição. Mas o promotor diz que podem haver sanções para o servidor e para a administração, como nulidade da nomeação do servidor e multa que varia de 5 mil a 100 mil UFIRs (unidade fiscal de referência) para o administrador público.

Em caso de reincidência, as multas são duplicadas. O ato pode ainda caracterizar improbidade administrativa e o administrador público pode até perder o cargo, de acordo com o promotor.

Barros diz que é mais comum a restrição não ser respeitada no âmbito municipal, quando as eleições são para prefeito e vereador. “Os prefeitos são mais desinformados ou querem fazer a nomeação por troca de voto. Há ainda casos em que eles não nomeiam justamente para chantagear e negociar o voto. O candidato pode denunciar o prefeito por improbidade administrativa. Não pode barganhar cargo por voto”, diz. O Ministério Público é responsável pela fiscalização.

A lei, entretanto, abre exceções às nomeações. No período que vai dos três meses que antecedem a eleição até a posse dos eleitos, pode haver nomeação para cargos do Judiciário, do Ministério Público Estadual e Federal, de todos os tribunais, conselhos de contas e órgãos da Presidência da República, como a Advocacia Geral da União; e a nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais, vinculados à sobrevivência, saúde e segurança da população. Mas para isso é necessária autorização prévia e expressa do chefe do Executivo.


De acordo com Barros, costuma haver, no ano anterior ao da eleição, aumento de concursos na esfera em que haverá a restrição. “Todos querem terminar logo o concurso. Com certeza vai haver muita homologação até julho deste ano”, diz.

'Politicagem'

O promotor, no entanto, defende que a restrição da nomeação deveria vigorar durante todo o ano eleitoral. Além disso, ele acha que deveria ser extensiva da maior circunscrição para a menor. No caso, se a eleição for para presidente, deputado federal, deputado estadual, senador e governador, a União, Estados e Municípios ficam com a restrição, pois a vedação seria extensiva do maior para o menor âmbito. Se a eleição for municipal, a restrição só ocorreria no município, ficando liberados os Estados e a União, ou seja, a vedação da menor circunscrição (município) não poderia ser estendida para a maior (União e Estados).

“Não teria lógica em uma eleição para governador o prefeito ficar liberado para fazer politicagem com os concursos públicos, nomeando adeptos e perseguindo seus adversários”, diz.

Segundo ele, os deputados estaduais têm ligação com vereadores. “O município vota no deputado estadual e o prefeito pode fazer barganha. Acho que tem que aperfeiçoar esse entendimento. Se a eleição for nacional tem que impedir a nomeação no âmbito municipal. O prefeito acaba fazendo a barganha para conseguir voto para o governador, como, por exemplo, nomear só os eleitores que votarem no governador dele”, exemplifica.

Fonte: G1

26 de fev de 2010

Iceberg gigante pode alterar correntes oceânicas, dizem cientistas

Um iceberg de 2,5 mil km² de superfície e 400 metros de altura que se desprendeu do Glaciar Mertz (Antártida) há duas semanas pode alterar as correntes oceânicas em longo prazo, afirmam cientistas. O efeito da lenta jornada do superfragmento, que está flutuando ao sul da Austrália, seria um bloqueio do fluxo de águas profundas, geladas e ricas em sal. Além disso, o iceberg pode perturbar a biodiversidade excepcionalmente rica da região, especialmente colônias de pinguins.

O iceberg se desprendeu após um choque com outro, conhecido por B9B, que se separou do continente antártico em 1987.

Foto: Governo da Austrália / AP 07-01-2010

Em imagem de satélite divulgada pelo governo australiano, o iceberg B8B, com 97 km² (à dir.), se aproxima da 'língua' do Glaciar Mertz (à esq.). A colisão posterior criou um novo iceberg, com 78 km² (Foto: Governo da Austrália / AP 07-01-2010)

25 de fev de 2010

MEC cria lista de espera na última etapa do SiSU

O Ministério da Educação (MEC) decidiu criar uma lista de espera para o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para preencher as vagas remanescentes da terceira etapa de inscrição.

Os candidatos que não tiverem sido selecionados no curso em que se inscreveram deverão confirmar no sistema o interesse pela vaga, durante o período das matrículas. As listas de espera serão divulgadas pelas próprias instituições de ensino.

Outra novidade é que será possível cancelar a sua inscrição no sistema durante o período das inscrições. Anteriormente, o candidato só podia mudar a opção de curso.

As medidas só irão valer para a terceira etapa, que estará disponível no site entre os dias 1º e 3 de março. As mudanças foram publicadas na edição desta quinta-feira (25) no "Diário Oficial da União".

O objetivo é evitar que, ao final do processo, sobrem vagas não preenchidas. Quando a primeira etapa terminou, por exemplo, mais da metade das 47,9 mil vagas haviam sobrado.

As matrículas dos selecionados na segunda etapa terminam nesta sexta-feira (26). As vagas remanescentes serão disputados na terceira e última etapa.

O SiSU

Participaram do SiSU 23 universidades e 26 institutos federais. Além das instituições federais, a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) e a Escola Nacional de Ciências Estatísticas do IBGE também participam do Sisu.

O sistema seleciona vagas somente nos cursos que têm o Enem como único processo seletivo. Outras instituições de ensino, que não aderiram ao SiSU, tanto públicas quanto particulares, vão adotar a nota do Enem conforme o seu critério: ou como parte da nota ou como primeira fase. O candidato deve ficar atento ao manual do vestibular de cada instituição.

Os candidatos não selecionados na primeira e segunda etapas poderão se inscrever novamente na terceira etapa, assim como aqueles que ainda não se inscreveram no SiSU.

A lista dos aprovados na terceira etapa será divulgada no dia 5 e as matrículas deverão ser feitas entre 9 e 12 de março

23 de fev de 2010

Globo estuda medidas para processar 'Pânico na TV'

A TV Globo está estudando medidas judiciais contra a RedeTV! após a invasão de um humorista do programa "Pânico na TV" no reality "Big Brother Brasil 10". As imagens foram levadas ao ar no último domingo.

O personagem De Lari, que atua no quadro "O Impostor", conseguiu se infiltrar na torcida da ex-BBB Tessália e obteve imagens com uma câmera clandestina. Ele chegou a aparecer no programa ao vivo, abraçando a sister, na noite de sua eliminação.

A emissora afirmou que irá reforçar as medidas de segurança para que isso não aconteça novamente. Tessália não gostou da brincadeira e deve procurar seus advogados para tomar as providências cabíveis.

"Quero enfatizar que não estou satisfeita com as atitudes referentes à gravação do programa ‘Pânico'' e que medidas serão tomadas. Fim de papo", escreveu no Twitter.

22 de fev de 2010

Matrículas dos aprovados no Sisu do Enem começam na terça-feira (23)

Será divulgada hoje a lista dos aprovados na segunda etapa do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Os estudantes aprovados terão de amanhã até sexta-feira para efetuar a matrícula nas instituições onde foram aprovados. O Ministério da Educação (MEC) divulgou ontem (21) que na segunda fase do Sisu mais de meio milhão de candidatos (550.972) se inscreveram.

O curso de administração do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia foi o terceiro mais disputado do país, com 6.244 inscritos. Ficou atrás apenas do curso de ciência e tecnologia da Universidade Federal do ABC (11.919) e do curso de administração da Universidade Federal do Rio de Janeiro (7.149)

O sistema permite a inscrição em universidades públicas e institutos federais dos estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O Sisu ofereceu 29.240 vagas em 51 instituições públicas.

21 de fev de 2010

Câmera inspirada na Polaroid prevê imprimir vídeos instantaneamente

A câmera de vídeo Polaroid é uma combinação da câmera analógica e instantânea Polaroid com o que há de mais moderno na tecnologia digital. A criação conta com uma impressora de filme embutida, que “imprime” o vídeo logo após o usuário ter filmado as imagens. A câmera é capaz de gravar não só imagens, como também o som ambiente.

Foto: Reprodução

A câmera de vídeo Polaroid permite 'imprimir' filmagens com som. (Foto: Reprodução)

Em vez do papel especial tradicionalmente usado nas Polaroids originais, a câmera imprime filmes em uma tela flexível sensível ao toque que usa uma tecnologia chamada ‘Grafeno Touch’. O grafeno é uma folha plana de átomos de carbono densamente compactados e com espessura de apenas um átomo, que está sendo estudado para uma vasta gama de aplicações eletrônicas.

Foto: Reprodução

Em vez das tradicionais fotos, designer propõe que pessoas levem vídeos na carteira. (Foto: Reprodução)


Criado pelo designer Kim Hyun Joong, o produto ainda é apenas conceitual.

Estudantes que fizeram o Enem já podem pedir certificado de conclusão do ensino médio

Quem fez o Enem 2009 para obter o certificado de conclusão do ensino médio deverá solicitar esse documento até o dia 31 de março, pela internet. Os interessados em declaração de proficiência em uma ou mais das matérias avaliadas pelo Enem devem preencher o mesmo formulário.

O exame é feito, principalmente, por estudantes que estão prestando vestibular, já que ele substitui alguns processos, uma das fases ou apenas conta pontos na nota final. Em 2010, 51 instituições federais usaram o Enem como único critério de seleção. Mas, a partir desta edição, a prova também passou a valer para comprovação de conhecimentos do nível médio, opção útil para quem não concluiu os estudos formalmente.

Para ter direito ao certificado, é preciso ter 18 anos ou mais na data de realização do Enem, além de ter acertado o mínimo de 400 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e tirado o mínimo de 500 pontos na redação. Para a área de linguagens, códigos e suas tecnologias, o interessado deverá obter o mínimo de 400 pontos na prova objetiva e, adicionalmente, o mínimo de 500 pontos na prova de redação.

A emissão dos certificados é de competência das secretarias estaduais e municipais de educação, e cada uma delas definirá os procedimentos para a certificação de conclusão do ensino médio com base nas notas do Enem 2009.

Os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de todo o país também poderão emitir os certificados de conclusão – desde que façam uma avaliação adicional de língua estrangeira – ou expedir declaração de proficiência de acordo com o desempenho do interessado.

20 de fev de 2010

MEC: Sistema para inscrições do ENEM seguem normalmente

O Ministério da Educação (MEC) afirmou neste sábado (20) que o sistema para inscrições no Enem não apresenta problemas de navegação. A preocupação dos estudantes é que a segunda etapa de inscrições pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU) termina às 23h59 deste sábado (20).

De acordo com o MEC, aqueles que esqueceram a senha conseguem recuperá-la pelo próprio site do SiSU (link para troca de senhas). O ministério também alerta os estudantes que é preciso seguir todas as etapas corretamente para conseguir finalizar a inscrição.

Para tirar dúvidas, o candidato pode ligar para o telefone 0800 616161 ou no endereço eletrônico http://sisu.mec.gov.br/falecomagente.html. O atendimento neste sábado funcionará até as 23h59.

O SiSU oferece 29.240 vagas nas 51 instituições participantes, entre universidades e institutos federais. Mais da metade das vagas disponíveis na primeira etapa, um total de 47,9 mil, não foi preenchida. O sistema começou a receber inscrições na segunda (15).

Os alunos que não forem aprovados na primeira etapa devem, na segunda, repetir todos os passos: acessar o site do SiSU, escolher um curso que esteja disponível e se inscrever. A escolha pelas vagas funcionará como na primeira etapa. O candidato vai poder optar por apenas um curso.

O MEC alterou um procedimento entre a primeira e segunda etapas do SiSU. Em princípio, o candidato que tivesse sido aprovado na primeira etapa e feito a matrícula, não poderia se candidatar novamente a alguma outra vaga pelo sistema sem perder o direito à primeira matrícula.


Torcida comparece à Colina e jogadores agradecem o apoio

Vascaínos incentivam o grupo do Gigante da Colina na véspera da decisão da Taça Guanabara, contra o Botafogo, neste domingo, no Maracanã

Marcelo Sadio/Site Oficial do Vasco da Gama

Após o fim do recreativo neste sábado, jogadores do Vasco agradecem incentivo dos torcedores na véspera da decisão da Taça GB, contra o Botafogo, neste domingo, às 17h (de Brasília), no Maracanã

Marcelo Sadio/Site Oficial do Vasco da Gama

Torcida comparece ao último treino do Vasco antes da final da Taça Guanabara, domingo, no Maracanã

Fonte: G1


Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 52 milhões neste sábado

O concurso número 1.155 da Mega-Sena, que será sorteado na noite deste sábado, deve pagar R$ 52 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas sorteadas, segundo estimativas da Caixa Econômica Federal.

Na última quarta-feira (17), nenhum bilhete acertou os números do concurso 1.154, e o prêmio acumulou. Os números sorteados na ocasião foram: 04 - 12 - 14 - 21 - 26 - 28.

Ao todo, 141 bilhetes acertaram a quina e vão receber R$ 10.837,51 cada um. A quadra vai pagar R$ 266,02 para cada uma das 8.206 apostas ganhadoras.

As apostas para concorrer ao próximo concurso devem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) de hoje. A aposta mínima, de seis números, custa R$ 2.

Hoje é último dia do horário de verão; relógios devem ser atrasados


Em vigor desde outubro de 2009, o horário de verão termina à 0h deste domingo (21). Os relógios devem ser atrasados uma hora.

A medida atinge três regiões do país. Além do Distrito Federal, são dez Estados afetados --Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O principal objetivo do horário de verão é reduzir o consumo de energia elétrica. Desde 2008, decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva estabelece datas fixas para o início e término do horário de verão. Antes, anualmente, era publicado um decreto para definir o período da mudança.

De acordo com o decreto, a mudança no horário ocorrerá, todos os anos, no terceiro domingo de outubro e terminará no terceiro domingo de fevereiro. Se a data coincidir com o domingo de Carnaval, o final do horário de verão é transferido para o próximo domingo.

Sisu encerra inscrições para 29 mil vagas em universidades públicas neste sábado

O prazo de inscrições no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) do MEC (Ministério da Educação) será encerrado neste sábado (20), às 23h59. O sistema oferece 29.240 vagas em 51 instituições de ensino superior nesta segunda etapa de inscrição de 2010. Até o início da noite desta sexta (19), mais de 472 mil candidatos haviam feito seu cadastro.

odem participar deste processo seletivo os estudantes que fizeram o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em 2009 e não se inscreveram na primeira etapa do Sisu, realizada entre os dias 29 de janeiro e 3 de fevereiro, ou que se inscreveram, mas não foram selecionados. As inscrições podem ser feitas exclusivamente pela internet, das 6h às 23h59.

Os candidatos não selecionados na primeira etapa e que desejam candidatar-se novamente às vagas devem efetuar nova inscrição no sistema, escolhendo uma opção de curso e instituição. É possível optar pelo mesmo curso da primeira etapa. Também podem se inscrever os estudantes que não participaram da primeira etapa.

O resultado dos aprovados na segunda etapa será divulgado no dia 22 de fevereiro. O sistema terá ainda uma terceira etapa de inscrições, que ocorrem de 1º a 3 de março.

Como se inscrever

Para concorrer, é preciso preencher ficha pela internet, no horário das 6h às 23h59, informando seu número de inscrição no Enem 2009 e sua senha de acesso.

No site é possível consultar as graduações oferecidas (na opção "Vagas"). O estudante deve escolher apenas uma única opção de instituição, curso, turno e modalidade de inscrição em que deseja concorrer.

Diariamente, o sistema fornecerá as notas de corte de cada curso, baseadas nas inscrições do dia anterior. Assim, o candidato poderá verificar se tem a pontuação necessária para ingressar no curso desejado. Caso não tenha, pode tentar outras opções de graduação, mudando a inscrição.

Ao final de cada etapa de inscrição, os candidatos serão classificados de acordo com o desempenho. A nota final pode variar de acordo com o peso que cada instituição dá para cada uma das provas do Enem 2009 e com eventuais bônus de políticas de ações afirmativas.

Senha

O candidato que cadastrou sua senha no Sisu na primeira etapa deverá utilizá-la novamente na segunda etapa. Os estudantes que se inscreveram no processo seletivo do Prouni (Programa Universidade para Todos) também poderão utilizar a mesma senha cadastrada na inscrição para o programa. Em ambos os casos, se o estudante não recordar sua senha, poderá recuperá-la pelo sistema.

Critérios de desempate

Assim como na primeira etapa, será adotado como primeiro critério de desempate as notas obtidas pelos candidatos nas provas de redação. Em seguida, serão consideradas as notas de cada uma das provas objetivas (linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias).

19 de fev de 2010

Competição dará US$ 100 mil em prêmios por falhas de segurança

A polêmica competição “Pwn2Own”, que premia os especialistas que conseguirem explorar com sucesso brechas em navegadores, sistemas operacionais e smartphones está de volta este ano. Nesta versão, a disputa oferece um total de US$ 100 mil em prêmios para os vencedores. A competição ocorre na conferência de segurança CanSecWest, e é patrocinada pelo Zero Day Initiative (ZDI) da TippingPoint.

O ZDI paga os pesquisadores que derem acesso exclusivo às informações sobre as falhas que descobrirem para a TippingPoint. Na Pwn2Own, o competidor precisa concordar que qualquer brecha utilizada passe a ser de propriedade da TippingPoint. A TippingPoint é uma empresa da 3COM, conhecida fabricante de equipamentos de rede como placas, switches e modems.

Tanto o modelo da competição como o modelo do ZDI são polêmicos, porque recompensam os pesquisadores pela descoberta de falhas para as quais eles não foram contratados para descobrir.

O foco da competição este ano está nos dispositivos portáteis. Quatro smartphones estarão disponíveis, e explorar com sucesso uma brecha em cada um deles vale US$ 15 mil, para um total de U$ 60 mil. Os celulares disponíveis na competição serão o iPhone 3GS, um BlackBerry, um Nokia rodando o sistema operacional Symbian e também um Motorola com o Android, do Google.

Os competidores poderão também tentar explorar brechas no Windows 7 (no primeiro dia), Vista (no segundo dia), XP (no terceiro dia) e no MacOS X (nos três dias), nos navegadores Internet Explorer 7 (segundo e terceiro dia) e 8 (primeiro dia), Mozilla Firefox 3, Google Chrome 5 e Safari (somente no Mac). O prêmio em dinheiro nessa categoria é de US$ 10 mil. Como são 4 notebooks (três com Windows, com cada navegador, e um com o Mac), o total de prêmios em dinheiro é de US$ 40 mil.

Quem conseguir obter o controle total do sistema atacado leva o notebook (ou o celular), além do em dinheiro. Em alguns casos, há outras regalias, como uma viagem paga para a conferência de segurança DEFCON em Las Vegas.

No ano passado, os navegadores Firefox, Internet Explorer e Safari foram todos atacados com sucesso por um estudante anônimo conhecido apenas como “Nils” e pelo pesquisador Charlie Miller. O Chrome e os celulares, que já faziam parte da competição, saíram ilesos, apesar de várias tentativas de exploração. Cada competidor tem apenas 30 minutos para tentar o ataque

Banda Larga: parceria com Teles

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou nesta sexta-feira (19), durante congresso nacional do PT, em Brasília, que o governo pode fazer o Plano Nacional de Banda Larga em parceria com as companhias telefônicas, desde que elas pratiquem preços menores e levem o acesso aos lugares mais remotos. O plano prevê a universaliação do acesso à internet de alta velocidade no país.

“Se as empresas fecharem um acordo com o governo e assumirem a responsabilidade de atender os consumidores em todo país a um preço decente, nós podemos fazer um acordo para levar o plano adiante com elas”, disse o ministro.

Segundo ele, hoje as empresas cobram preços muito elevados para o acesso à internet e não atendem os lugares mais distantes.

Ele revelou ainda que o presidente conversou recentemente com os empresários do setor de telecomunicações e ouviu deles que há interesse no setor privado de se integrar ao Plano.

Pelo nosso plano, em 2015 conseguiremos levar a internet para o dobro de consumidores do que atual ritmo de mercado indica

“Pelo nosso plano, em 2015 conseguiremos levar a internet para o dobro de consumidores do que atual ritmo de mercado indica”, afirmou. O ministro afirmou que a rede de fibras óticas da antiga Eletronet já foi reintegrada judicialmente ao patrimônio do governo federal e que, sozinha, ele atinge cerca de 60% do território nacional e 80% dos lares brasileiros.


O ministro do Planejamento informou ainda que o governo pode fazer isenções fiscais à produção de aparelhos de modem para facilitar o acesso da população. “A gente também pode colocar esses modens como item obrigatório dos computadores do programa Computador para Todos”, comentou.


A gente também pode colocar esses modens como item obrigatório dos computadores do programa Computador para Todos

Bernardo disse que considera um preço justo se o consumidor tiver que pagar até R$ 30 para ter acesso à internet banda larga. “O problema é que as operadoras de telefonia cobram muito mais e não querem ganhar no volume e sim no preço”, disse.

O governo ainda não concluiu os debates sobre o plano e, segundo o ministro das Comunicações, Hélio Costa, só haverá uma definição sobre o modelo que será adotado apenas no começo de março.


Veja o que pode eliminar o candidato durante prova de concurso público

Fazer prova a lápis ou rezar em voz alta pode causar a eliminação.
Confira o que pode e o que não pode ser feito na hora do exame.

Além de atingir a pontuação mínima para passar nas provas objetivas de um concurso público, há uma série de detalhes com os quais o candidato precisa se preocupar para não ser eliminado durante a prova.

Confira lista de concursos e oportunidades


Prazo de matrícula do ProUni prossegue nesta sexta

O prazo de matrícula na primeira etapa do Programa Universidade para Todos (ProUni), que teve início nesta quarta (17), segue até o dia 26 de fevereiro.

Os candidatos deverão apresentar os documentos comprobatórios (veja aqui quais são) nas instituições em que foram aprovados. Para pleitear uma bolsa integral, o candidato deve ter faixa de renda de até 1,5 salário mínimo por membro da família. No caso de bolsa parcial, a faixa de renda deve ser de até 3 salários mínimos por integrante da família.

Algumas instituições podem submeter os pré–selecionados a um processo seletivo próprio. Nesse caso, o candidato deverá ser informado com no mínimo 48 horas de antecedência. Segundo o Ministério da Educação, não poderá haver cobrança de nenhuma taxa.

No total, 148.327 estudantes foram pré-selecionados. Neste processo seletivo, foram ofertadas 165 mil bolsas, sendo 86 mil integrais e 79 mil parciais (50% da mensalidade), mas nem todos os candidatos atenderam aos critérios exigidos.