16 de out de 2010

Polícia encontra ossada perto do sítio de Bruno na Grande BH

A Polícia Militar (PM) encontrou, neste sábado (16), uma ossada em um pasto, próximo ao sítio do goleiro Bruno, em Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a PM, a perícia não confirmou o sexo nem o tempo estimado de decomposição. A assessoria de imprensa da Polícia Civil confirma que os restos mortais são de um homem.

Polícia encontra ossada encontrada em Esmeraldas, na Grande BHPolícia encontra ossada em Esmeraldas, na Grande BH (Foto: Lucas Prates / Hoje em Dia/AE)

Os restos mortais foram recolhidos e encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML). De acordo com a PM, o pasto onde a ossada foi encontrada fica aproximadamente a quatro quilômetros do sítio de Bruno.

Segundo o Delegado Edson Moreira, responsável pelas investigações sobre o desaparecimento e morte de Eliza Samudio, um perito disse, por experiência, que há vários indícios de que os ossos sejam de um homem.


Apesar disso, Moreira afirmou que não descarta a possibilidade de a ossada ser de Eliza Samudio. Apenas o laudo final do IML vai revelar se é uma ossada do sexo feminino ou masculino. O resultado, do laudo deve sair em 30 dias, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil.

De acordo com o Edson Moreira, as buscas pelo corpo da ex-namorada do goleiro Bruno, Eliza Samudio, continuam.

Entenda o caso
O goleiro Bruno é réu no processo que investiga a morte de Eliza Samudio. A Justiça de Minas Gerais aceitou a denúncia do Ministério Público contra Bruno e outros oito envolvidos no desaparecimento e morte de Eliza. Fernanda Gomes de Castro, namorada de Bruno, foi presa em Minas Gerais.

O goleiro; Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão; Sérgio Rosa Sales; Dayanne Souza; Elenilson Vítor da Silva; Flávio Caetano; Wemerson Marques; e Fernanda Gomes de Castro vão responder na Justiça por homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado, ocultação de cadáver e corrupção de menor. Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, é o único que responderá por dois crimes. Bola foi denunciado por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Todos os acusados negam o crime. As penas podem ultrapassar 30 anos.

A pedido do Ministério Público, a Justiça decretou a prisão preventiva de todos os acusados. Com essa medida, eles devem permanecer na cadeia até o fim do julgamento. Em 2009, Eliza teve um relacionamento com o goleiro Bruno, engravidou e afirmou que o pai de seu filho é o atleta. O bebê nasceu no início de 2010 e, agora, está com a mãe da jovem, em Mato Grosso do Sul.

Fonte: G1

Nenhum comentário: