19 de out de 2010

Fábrica no Brasil passa a montar 2% dos discos rígidos da Western Digital


Western Digital
Fabricante de HDs traz 2% de sua produção para
montadora em Manaus. (Foto: Divulgação)

A Western Digital anunciou nesta quinta-feira (14) o início da fabricação de discos rígidos no Brasil. A empresa, segunda maior do mundo no setor, pretende fabricar, em parceria com a brasileira Digitron, cerca de 4 milhões de HDs no país nos próximos 12 meses. As duas empresas repartiram o investimento de R$ 10 milhões na nova operação na Zona Franca de Manaus, que será responsável, inicialmente, por cerca de 2% da produção total da WD em todo o mundo.

Os primeiros HDs da empresa fabricados no Brasil devem chegar ao mercado ainda em outubro. Os 4 milhões de discos rígidos, com valor total de cerca de US$ 175 milhões, vão suprir apenas o mercado interno brasileiro, que cresce a um ritmo mais acelerado que o mercado global de computadores. Em 2010, os fabricantes brasileiros de computadores apostam em 14 milhões de novas máquinas - entre desktops, notebooks e netbooks - vendidas.

"Não pretendemos exportar a produção da planta brasileira, é uma aposta na demanda de um mercado aquecido", afirma o vice-presidente e responsável pela unidade de fabricação de HDs para desktops da WD, Don Bennett. O investimento em mercados como Brasil, China e Índia são a aposta da empresa para ultrapassar a líder Seagate. No primeiro trimestre do ano, o volume de produção da WD foi maior que o da concorrente, que segue à frente em faturamento e lucro líquido.

A fábrica da Digitron começou a ser adaptada para receber a nova linha de montagem há cerca de 4 meses. De acordo com o CEO da companhia brasileira, Sung Un Song, boa parte do investimento foi gasto para criar as estações de gravação, formatação e montagem dos pratos - como são chamados os discos magnéticos usados para armazenar as informações.

Fonte: G1

Nenhum comentário: