24 de jul de 2009

PF prende acusado de tentar subornar fiscal do Ibama no MA

A Polícia Federal (PF) prendeu em flagrante um homem acusado de tentar subornar o coordenador do Ibama em uma operação de fiscalização no oeste do Maranhão. O suspeito havia tido um caminhão com carga de madeira ilegal apreendido pela fiscalização e fez contato com o coordenador do Ibama por telefone, oferecendo dinheiro pela liberação do veículo.

Segundo o Ibama, o coordenador comunicou a oferta à PF e marcou encontro com o pretexto de receber o suborno. Os policiais prenderam o suspeito no momento da entrega da quantia, dentro de uma viatura do Ibama. Ele foi encaminhado à delegacia de Santa Inês, a 240 km de São Luís. A pena para corrupção ativa, informa o órgão ambiental, é de até 12 anos de reclusão.

Nesta operação no Maranhã atuam em conjunto a PF, o Ibama, a Força Nacional de Segurança, e a Polícia Rodoviária Federal. O Exército e o governo estadual também apoiam as ações.

A operação combate crimes ambientais e outras irregularidades na região da Reserva Biológica de Gurupi, e nas Terras Indígenas Awa-Guajá, Caru, Alto Turiaçu e Araribóia. A região é uma das mais críticas da Amazônia em relação a desmatamento e exploração ilegal de madeira. Os índios locais têm seu modo de vida ameaçado pelo avanço da exploração de madeira e do desmatamento ilegal. Além dos crimes ambientais, há plantio de maconha na área.

Desde o início da operação, no dia de 13 julho, foram aplicadas 34 multas ambientais e três serrarias foram embargadas. Foram apreendidos ainda 17 caminhões com produtos florestais ilegais, como 314 metros cúbicos de madeira serrada e 16 metros cúbicos de toras, além de 60 metros cúbicos de carvão.

Fonte:
Portal Amazônia, com informações do Globo Amazônia

Nenhum comentário: