1 de fev de 2011

‘Não desejava o encargo, dele não pude fugir’, diz Sarney em discurso



Senador José Sarney (PMDB-AP), presidindo os trabalhos da sessão de posse para a 54ª LegislaturaSenador José Sarney (PMDB-AP), presidindo os
trabalhos da sessão de posse para a 54ª
Legislatura (Foto: Geraldo Magela/ Agência Senado)
Em seu primeiro discurso como presidente reeleito do Senado nesta terça-feira (1), o senador José Sarney (PMDB-AP), relembrou sua trajetória política no Congresso, iniciada em 1955 como deputado federal, e chegou a se emocionar: “Aqui passei minha vida, desde 1955, quando entrei para a Câmara dos Deputados.”
Eleito para o quarto mandato no Senado, Sarney afirmou fazer um “sacrifício pessoal” ao assumir o comando da Casa e admitiu que não desejava “o encargo, mas dele não pode fugir”: “Não desejava o encargo, dele não pude fugir, tendo na carne o alto preço do exercício dessas funções. Tenho visão desse compromisso com as instituições.”
Na eleição na tarde desta terça (1), o peemedebista recebeu 70 votos contra 8 do concorrente Randolfe Rodrigues (PSOL-AP). Houve ainda dois votos em branco e um nulo. Votaram todos os 81 senadores.
Fonte: G1

Nenhum comentário: