17 de jun de 2010

Vivo foi única grande operadora a se interessar por redes da Telebrás

O presidente da Telebrás, Rogério Santanna, disse nesta quinta-feira (17) que a Vivo foi a única grande prestadora de serviços de telecomunicações a comunicar oficialmente interesse na utilização da estrutura de transmissão de dados gerenciada pela estatal.

Santanna afirma que recebeu uma ligação do presidente da operadora, Roberto Lima, e que neste contato o executivo manifestou interesse sobretudo pelas redes do Norte do país, região em que a Vivo não dispõe de infraestrutura de serviços.

A utilização das redes administradas pela Telebrás se daria nos modelos estabelecidos no Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). Recentemente, Lima teria demonstrado interesse em usar as redes públicas somente se houvesse isonomia.

As prestadoras temem que o governo privilegie os pequenos e médios provedores de acesso. Ao comentar tal questão, Santanna afirmou que as empresas seriam tratadas de forma justa. " Tratar com justiça pode ser tratar os desiguais de forma desigual ' , disse o executivo ao se referir à definição de preço das redes.

O objetivo do governo, segundo o presidente da Telebrás, é oferecer condições para que empresas de pequeno porte possam competir com as grandes prestadoras, possibilitando queda nos valores cobrados dos usuários finais.

Fórum
As primeiras 100 cidades que serão atendidas pelo plano de banda larga ainda deverão ser definidas pelo governo. O critério de escolha será elaborado pelo Fórum Brasil Digital, que será instituído no próximo dia 23.

A Telebrás informou nesta semana que pelo menos oito cidades que receberão os jogos da Copa do Mundo de 2014 serão atendidas nesta primeira fase. Trata-se das capitais localizadas nas regiões Nordeste e Sudeste, além de Brasília.

Nenhum comentário: