2 de mar de 2011

RIO GRAJAÚ SOBE MAIS DO QUE O ESPERADO E AMEAÇA CARREGAR A PONTE DE TÁBUA CARTÃO POSTAL DA CIDADE.

A ponte de tabua foi completamente coberta a água cobriu boa parte dos cabos de aços de sustentação da ponte.

Começou um ao de desespero, dos ribeirinhos que vivem nas margens do rio no bairro Trezidela, as águas do rio Grajaú subiu de uma forma que ninguém esperava. Ontem por volta das 10h00min da noite, nossa equipe ficou de plantão até as 2h00min da madrugada, nas proximidades da ponte de tabuas acompanhando o trabalho que era feito pelos garis da prefeitura, na retirada de pedaços de paus e entulhos, que ficam presos à ponte.

Os trabalhadores ficaram até o quanto puderam, em seguida abandonaram os trabalhos devido à força da água que avançava com velocidade e começava a passar sobre a ponte.
Na manhã de hoje quarta-feira (02) voltamos ao rio, e encontramos uma surpresa tanto para os moradores como para nossa equipe.
A ponte de tabua foi completamente coberta a água cobriu boa parte dos cabos de aços de sustentação da ponte, e na parte central da mesma a água já cobre a cintura de pessoas. 

O acesso ao bairro Trezidela, está fechado porque nas cabeceiras da ponte a água já chega a passar da cabeça de qualquer pessoa, duas pessoas estão no meio da pinte tentando retirar os entulhos que ainda juntam nos cabos de sustentação.

Na região central da ponte toda a parte da mesma que é solta sustentada apenas por cabos, está completamente envergada a ponte está com aparência de uma estrada com voltas, e a força da água empurrando os cabos, está forçando as colunas de sustentação do monumento que já não estão em boas condições.
                                                                     Rua Salomão Barros

Segundo informações a última enchente que deu no rio dessa forma, foi no ano de 58 foi o que disse o Sr. Donato á nossa equipe, muitas pessoas estão às margens do rio observando curiosos o que talvez possa acontecer, “o rompimento dos cabos da ponte”, que é o que não queremos que aconteça com o monumento histórico. 

Na Rua Salomão Barros que dá acesso ao centro da cidade, a água do rio já ultrapassou os veículos e motos estavam passando dentro d’água, para amenizar a situação todo o transito desses veículos, no local foi cortado nenhum veiculo passa pela Rua Salomão Barro, essa é a orientação da guarnição de transito da cidade até o momento. 

                                                                            Bairro Trezidela

Vários agentes da transito forma espalhados em pontos de riscos para tentar evitar o acesso de veículos automotores nas ruas que estão sendo alagadas. Da Rua Salomão Barros do centro da avenida até o leito principal do rio tem cerca de 300 metros de distancia, e água veio percorrendo os córregos e todas as áreas de várzeas em direção à Rua.

Fonte: Blog de Olho em Grajaú

Nenhum comentário: