12 de jul de 2007

Memória de um louco



A meia noite o sol brilhava no horizonte, um velho preto com sua cabeleira clara, sentado numa pedra de madeira, contemplava de olhos fechados a beleza da natureza. Ao seu lado direito o cego lia o jornal sem letra de cabeça pra baixo. Atrás, um jacaré voava com grande velocidade e um pouco adiante, um elefante descansava a sombra de um pé de couve. A esquerda um mudo que dizia: o mundo é uma bola quadrada que navega em um copo d`agua. Era não noite, o sol brilhava entre as trevas de um dia claro, sentado em pé numa pedra de madeira, calado dizia: prefiro a morte do que perder a vida! Longe dali bem perto, num bosque sem árvores, onde os pássaros pastavam alegremente pelo ar e as vacas saltavam de ramo em ramo a procura de seus ninhos, um careca enquanto penteava sua linda cabeleira loira dizia: Os quatro profetas do mundo são três Moises e Elias!!

Nenhum comentário: