14 de jun de 2007

« A dor de tanto te amar, faz desta minha existencia, uma imensa escuridão!!


Sinto tanta dor, e é esta a dor que me causa este vazio, k me corroi a alma k me causa esta monotomia esta tristeza, este sufoco de nao conseguir libertar esta dor que prende ao mundo da fragildade! Sinto me de tal modo fragil quase como uma borboleta a quem lhe tocaram nas asas e deixou de voar, e assim estou sem asas para voar e repleta de sonhos perdidos.... Queria deste mundo fugir para bem longe onde nao ouvesse a dor nem o medo de voltar a sonhar um mundo onde minha alma descansaria eternamente um mundo longe de ti!






Aê esse texto encontrei num site, se preferirem podem dar uma olhada

http://catarinag.blogs.sapo.pt/arquivo/464709.html

Nenhum comentário: